5 Dicas para te ajudar na sua carreira profissional

Segue uma lista facil para você não se perder no seu futuro profissional

1. Saia da zona de conforto
“Identifique aquilo que te dá frio na barriga, o que te tira da zona de conforto: encontrado esse medo, dê o primeiro passo. No futuro, você não vai se arrepender”, aconselha Du Migliano, um dos criadores do site 99Jobs. Pra ele, é preciso coragem e ousadia para acreditar nas ideias, mesmo que o começo seja difícil e que não exista certeza de nada. Afinal, deu certo pra ele! O 99Jobs tem mais de 4 mil empresas cadastradas para encontrar profissionais perfeitos para cada vaga.

2. Mais coração, menos dinheiro (pelo menos no início!)
“Onde você é excelente? O que você gosta de fazer? O que desperta a sua paixão? A gente está tão doutrinado a se mover só por dinheiro que não escuta o coração. E ali, nos seus prazeres, pode estar um caminho”, afirma Edgard Gouveia,  o arquiteto e criador do Play the Call – gincana mundial para resolver problemas da vida real – vamos combinar, o cara tem autoridade para dar esse conselho!

3. Tome as decisões por você, e só por você
Tem muita gente que acaba cursando uma faculdade ou aceitando um emprego para seguir os ideais de outras pessoas, sejam os pais, os amigos, o companheiro. Mas isso pode ser uma cilada, adverte Du Miglliano. “Escolha o seu caminho e dê valor aos seus ideais. Todo mundo toma decisões com base no que os outros esperam, mas tome as decisões por você. Você vai levar porradas, mas seu crescimento é fruto da sua experiência. Seja curioso, aprenda a todo momento”, aconselha.

4. Os problemas das sociedade podem ser uma solução 
A vontade de empreender pode vir de situações da vida real que te incomoda. “O que te tira do sério também tem a ver com o seu propósito. Como juntar as suas habilidades para resolver aquele problema vai te motivar a conhecer, criar”, afirma Edgard Gouveia.

5. Digitalize-se
É desnecessário lembrar que a vida depois da internet nunca mais será a mesma. Os profissionais, novos entrantes ou consolidados no mercado, não podem ignorar essa transformação.  “Quase tudo que você aprendeu, que você estudou, está mudando tão radicalmente que você terá de se flexibilizar e dar um novo olhar. Estamos lidando com robôs, com internet das coisas, com muita tecnologia”, projeta Gil Giardelli, webativista.

 

Fonte: IEL Instituto Euvaldo Lodi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *